Nothing

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Amiga? Mais que isso...

Dou-me com tanta gente e ao mesmo tempo com ninguém. Faço tanto pelas pessoas e ao mesmo tempo não faço nada. Tenho tantos amigos, e às vezes não tenho “nenhum”.


É engraçado como criamos ligações tão fortes com certas pessoas que depois é (quase) impossível quebrar. Esta é uma dessas ligações. Uma ligação forte à qual não me vejo sem ela. Já passámos por tanta coisa juntas, já rimos, já chorámos, já brincámos, já mandámos bocas uma à outra, já criticámos, já nos zangámos, já falamos mal dos outros, já nos olhámos nos olhos, já falámos a sério, já falámos a brincar mas sempre com o orgulho de ser tua amiga. Às vezes, não sei se por seres mais pequena e ter aquele ar de “fraca” fisicamente, olho para ti como uma amiga a proteger, uma amiga a quem tenho que abrir os olhos em certas situações que acho que a tua “ingenuidade” não te deixa ver. Talvez até sejas mais forte que eu. Pensando bem, provavelmente és mesmo. Não me vejo em certas situações a reagir como tu reages. Gosto muito de ti, já te disse?... Já, era quase impossível não te ter dito.
Penso tantas vezes como será um dia em que as nossas vidas se terão que separar. Vou ter tantas saudades das tuas piadas mirabolantes que só tu sabias contar, das anedotas que não tinham piada nenhuma mas que com o teu riso final todos gargalhavam, das tuas palhaçadas, das tuas respostas sempre na ponta da língua, das tuas ideias, oh de tudo. Gostava quando às sextas-feiras à noite estávamos sentadas na vila nos bancos do jardim a falar das coisas menos prováveis. Das coisas mais estranhas.
E o tempo passou, e com ele levou sete felizes anos de muitas aventuras. Jamais os esquecerei, pois foram importantes para mim. Aprendi muito contigo, e ri muito contigo também. Sei que um dia destes vou ter saudades.

Amiga? Mais que isso…

6 comentários:

S. disse...

Isso é que é amizade (:

Pii ♥ disse...

Muito obrigada (:

Jess disse...

Adoro o texto.
"Dou-me com tanta gente e ao mesmo tempo com ninguém. Faço tanto pelas pessoas e ao mesmo tempo não faço nada. Tenho tantos amigos, e às vezes não tenho “nenhum”." Sinto o mesmo, exactamente

Joana Carvalho disse...

texto fofinho *.*

Anónimo disse...

Sabes, às vezes não nos apercebemos das pessoas espectaculares que temos ao nosso lado.... Eu já dei conta que tu estavas mesmo ao lado a algum tempo e ainda bem! Palavras para este texto não há, está tudo mais que dito ;)
GMDT "minha parva" Rita N.

Pois, eu disse...

Pois mais que este texto não te conseguia dizer, gosto mesmo muito de ti <'333